Sábado, 8 de Maio de 2010

Poema - Neste mundo... NEM MAIS UMA CRIANÇA!

(do meu livro "Subtileza? Nenhuma!)

 

mulhergravida_deitada.jpgNão ponham mais crianças neste mundo!...

Parem-se os nascimentos de bebés!...

Quanto mais, eu, os homens aprofundo,

mais sinto divididas suas fés.

 

Não ponham em risco a fragilidade

das almas das crianças, imaturas,

que nascem sem um grama de maldade;

e o nosso exemplo, depois, as transfigura.

 

O mundo já está superpovoado.

Os seres infectados proliferam.

A Terra é um presente envenenado,

que vão deixar pior do que lhes deram.

 

Não há palavra d'honra de ninguém.

Os homens não merecem confiança.

Entre guerras e fome, disse alguém:

- Neste mundo... nem mais uma criança!

----------------------------

31/01/2003

Laura B. Martins

Soc. Port. Autores n.º 20958

publicado por LauraBM às 18:41
link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito
 O que é?

*veja como eu sou

*subscrever feeds

*meter o nariz no blog

 

*Novidades no blog

* Poema - Alentejo e girass...

* Poema - Margem Sul

* Poema - Quinta do Anjo

* Poema - Patriotismo!

* Poema - Remorso!

* Poema - Encontro na marqu...

* Poema - Faca afiada

* Poema - Lar... doce lar!

* Poema - Difícil...

* Poema - Queres sair?

* Poema - Admirável mundo n...

* Poema - Meu universo rest...

* Ginástica? Não, obrigada...

* Poema - Zero horas

* Poema - Dispersos

*Antiguidades óptimas

*Também gostará de:

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*Links especiais dos Blogs da minha autoria

blogs SAPO