Sábado, 10 de Junho de 2006

Poema - Uma carta

(do meu livro «Amigos»)

 

Não deixo de escrever-te, minha amiga.

Lamento, se te deixo angustiada.

Estivesse eu junto a ti e a minha briga

co'a vida, era coisa já passada.

 

Contigo, aprenderia a dar-me inteira

sem que, na volta, algo recebesse.

Contigo, veria qualquer asneira

dissipar-se, mal o dia amanhecesse.

 

Nunca guardaste mágoas, por ninguém.

Vives dia após dia, a trabalhar.

No meio da tanta lida, para alguém,

que necessite, tens tempo para dar.

 

Teu ânimo, me chega por mensagem,

no meu pc, as letras bailadeiras.

Sempre consegues transmitir coragem,

desse Brasil longínquo, brincadeiras. 

 

Pelos traumas da minha juventude,

receio o mealheiro não encher.

Poupar, em mim, não é uma virtude;

porque tudo faz falta, sem fazer.

 

Assusta-me ir tão longe, conhecer-te.

Perturba-me ir tão longe, visitar-te.

Parece que o melhor modo de ver-te,

será nessa viagem ajudar-te.

 

Tu pensas numas férias merecidas,

junto da tua amiga portuguesa.

Paras, durante uns tempos, com as lidas...

e aqui terás descanso, cama e mesa.

 

---------------------------

21/01/2002

Laura B. Martins

Soc. Port. Autores nº 20958

publicado por LauraBM às 00:32
link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito
 O que é?

*veja como eu sou

*subscrever feeds

*meter o nariz no blog

 

*Novidades no blog

* Poema - Alentejo e girass...

* Poema - Margem Sul

* Poema - Quinta do Anjo

* Poema - Patriotismo!

* Poema - Remorso!

* Poema - Encontro na marqu...

* Poema - Faca afiada

* Poema - Lar... doce lar!

* Poema - Difícil...

* Poema - Queres sair?

* Poema - Admirável mundo n...

* Poema - Meu universo rest...

* Ginástica? Não, obrigada...

* Poema - Zero horas

* Poema - Dispersos

*Antiguidades óptimas

*Também gostará de:

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*Links especiais dos Blogs da minha autoria

blogs SAPO