Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007

Poema - Rumores

(do meu livro «Sonhando acordada»)

 

Correm rumores...

de que, eu, morri algures...

Fui procurada...

e encontrada, nenhures.

Em qualquer lado,

jaz o meu corpo caído

no meio das flores,

que já nem fazem sentido.

 

Fugiu minh´alma,

deixou o corpo e o vestido

que eu mais gostava.

Agora é trapo esquecido.

Os pés descalços...

sobre um tapete de terra,

castanha e quente;

de bom sol,

em qualquer serra.

Os meus cabelos...

misturados com a erva.

E a posição... fetal...

que o corpo conserva.

 

Morri sozinha...

(como sozinha cresci).

Entre as pessoas...

sempre sozinha vivi,

no meu absurdo

celibato de mulher.

Sinto que dói,

tudo aquilo que eu disser.

 

Não entendi...

os seres humanos, a fundo.

Talvez, agora,

possa vaguear pelo mundo,

sendo invisível,

os animais ajudar...

Os meus irmãos,

que Deus não vê, castigar.

 

Correm rumores...

de que ando por aí...

Nada receiem...

quem me fez mal, já esqueci.

Correm rumores...

que Deus, em mim delegou,

alguns poderes e,

aos anjos afirmou:

- Joana d´Arc, Quixote,

Zé do Telhado...

de todos eles,

essa alma tem bocado!

 

----------------------------

31/01/2002

Laura B. Martins

Soc. Port. Autores nº 20958

publicado por LauraBM às 21:43
link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito
 O que é?

*veja como eu sou

*subscrever feeds

*meter o nariz no blog

 

*Novidades no blog

* Poema - Alentejo e girass...

* Poema - Margem Sul

* Poema - Quinta do Anjo

* Poema - Patriotismo!

* Poema - Remorso!

* Poema - Encontro na marqu...

* Poema - Faca afiada

* Poema - Lar... doce lar!

* Poema - Difícil...

* Poema - Queres sair?

* Poema - Admirável mundo n...

* Poema - Meu universo rest...

* Ginástica? Não, obrigada...

* Poema - Zero horas

* Poema - Dispersos

*Antiguidades óptimas

*Também gostará de:

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*Links especiais dos Blogs da minha autoria

blogs SAPO