Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2007

Poema - Bonitas histórias

(do meu livro «Sonhando acordada»)

Ainda há bonitas histórias d’amor.

Ainda tem gente casando em esplendor

e a vida explanando, em ricos matizes.

 

E tem amizades que viram amor.

E alternativas que acabam co'a dor,

juntando pessoas em vidas felizes.

 

Tem outros morrendo por único amor

não concretizado, já quase indolor,

guardado em segredo, em escuros cantinhos.

 

São seres cuja vida é sofrida, sem cor;

são seres do submundo, seres sem fulgor,

seres de coração solitário, sozinhos.

 

E a vida contínua, cadeia infindável,

nunca se comove; mostra-se fiável

e depois aborta sonhos de raiz

 

do pobre mortal, que jura vingança,

vive revoltado, vivendo sem esp'rança,

e sonhava, em criança, vir a ser feliz.

 

-----------------------------

13/01/2002

Laura B. Martins

Soc. Port. Autores nº 20958

publicado por LauraBM às 22:18
link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito
 O que é?

*veja como eu sou

*subscrever feeds

*meter o nariz no blog

 

*Novidades no blog

* Poema - Alentejo e girass...

* Poema - Margem Sul

* Poema - Quinta do Anjo

* Poema - Patriotismo!

* Poema - Remorso!

* Poema - Encontro na marqu...

* Poema - Faca afiada

* Poema - Lar... doce lar!

* Poema - Difícil...

* Poema - Queres sair?

* Poema - Admirável mundo n...

* Poema - Meu universo rest...

* Ginástica? Não, obrigada...

* Poema - Zero horas

* Poema - Dispersos

*Antiguidades óptimas

*Também gostará de:

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*Links especiais dos Blogs da minha autoria

blogs SAPO