Sábado, 15 de Dezembro de 2007

Poema - Se...

(do meu livro «Sonhando acordada»)

 

Se tudo que me vai no pensamento

fluísse, como flui suor em gota...

Me nascessem poemas num momento,

sempre que a minha alma fica louca...

Aos olhos aflorasse esse tormento,

lembrança do teu beijo, tua boca... 

 

Eu escreveria a saga, o sofrimento

da saudade... cantava, com voz rouca

por  tanto te chamar, dizendo ao vento:

- Traz de novo o amor que é coisa pouca

diante do Universo. Ao meu lamento,

sempre tu lhe fizeste orelha mouca! 

 

----------------------------------

13/05/2002 

Laura B. Martins
Soc. Port. Autores n.º 20958

publicado por LauraBM às 22:28
link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito
 O que é?

*veja como eu sou

*subscrever feeds

*meter o nariz no blog

 

*Novidades no blog

* Poema - Alentejo e girass...

* Poema - Margem Sul

* Poema - Quinta do Anjo

* Poema - Patriotismo!

* Poema - Remorso!

* Poema - Encontro na marqu...

* Poema - Faca afiada

* Poema - Lar... doce lar!

* Poema - Difícil...

* Poema - Queres sair?

* Poema - Admirável mundo n...

* Poema - Meu universo rest...

* Ginástica? Não, obrigada...

* Poema - Zero horas

* Poema - Dispersos

*Antiguidades óptimas

*Também gostará de:

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*Links especiais dos Blogs da minha autoria

blogs SAPO