Terça-feira, 10 de Março de 2009

Poma - Filhos!

(do meu livro «Ao correr da pena»)

 

 

Entram em casa e já saem, altos, fortes e felizes.

Junto deles, hoje, somos como simples aprendizes.

 

É que eles sabem viver o dia a dia. - Amanhã...

depois a gente vai ver! Levam uma vida sã!

 

- Hoje temos uma festa. Amanhã logo se vê!

O dia correu-lhes bem. Preocupados, porquê?

 

Muito antigos somos nós, que apesar de mais vividos,

levamos os dias d’hoje algo tristes, inibidos.

 

Preocupados co’a vida... Se faz sol ou vai chover...

Receosos do futuro... temos muito pra aprender.

 

O filho, fez hoje exame. Lá caminha pra doutor

e diz: - Não se preocupem. Prò ano eu faço melhor!

 

A filha, escolheu seu curso sem querer ouvir-nos a nós.

Mas, filhos são assim mesmo. Já querem caminhar sós.

 

As portas que se lhes abrem, fechadas anos atrás,

fizeram assim os pais. As condições eram más.

 

Hoje há muito que escolher; mundo de competições.

Melhor é estarmos calados que os filhos dão-nos lições!

 

----------------------------

3/10/2001

Laura B. Martins

Soc. Port. Autores nº 20958

publicado por LauraBM às 23:06
link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito
 O que é?

*veja como eu sou

*subscrever feeds

*meter o nariz no blog

 

*Novidades no blog

* Poema - Alentejo e girass...

* Poema - Margem Sul

* Poema - Quinta do Anjo

* Poema - Patriotismo!

* Poema - Remorso!

* Poema - Encontro na marqu...

* Poema - Faca afiada

* Poema - Lar... doce lar!

* Poema - Difícil...

* Poema - Queres sair?

* Poema - Admirável mundo n...

* Poema - Meu universo rest...

* Ginástica? Não, obrigada...

* Poema - Zero horas

* Poema - Dispersos

*Antiguidades óptimas

*Também gostará de:

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*Links especiais dos Blogs da minha autoria

blogs SAPO