Segunda-feira, 20 de Abril de 2009

Poema - S. Pedro de Moel

(do meu livro «Ao correr da Pena»)

 

Esta falésia que me encanta...

é minha terra abençoada,

junto ao mar.

Inda me espanta,

das ondas, o marulhar.

 

São as gaivotas diferentes

nos outros lugares, distantes;

aqui, de igual,

nossas gentes

de rosto curtido a sal.

 

As marés vêm e voltam,

acariciam os barcos

de pesca,

peixes se soltam

das redes, na tarde fresca.

 

S. Pedro de Moel, ai,

que te trago no olhar,

na lembrança

que se esvai,

de quando era criança.

 

------------------------------

30/07/2002

Laura B. Martins
Soc. Port. Autores n.º 20958

publicado por LauraBM às 23:34
link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito
 O que é?

*veja como eu sou

*subscrever feeds

*meter o nariz no blog

 

*Novidades no blog

* Poema - Alentejo e girass...

* Poema - Margem Sul

* Poema - Quinta do Anjo

* Poema - Patriotismo!

* Poema - Remorso!

* Poema - Encontro na marqu...

* Poema - Faca afiada

* Poema - Lar... doce lar!

* Poema - Difícil...

* Poema - Queres sair?

* Poema - Admirável mundo n...

* Poema - Meu universo rest...

* Ginástica? Não, obrigada...

* Poema - Zero horas

* Poema - Dispersos

*Antiguidades óptimas

*Também gostará de:

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*Links especiais dos Blogs da minha autoria

blogs SAPO