Quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2011

Poema - Quinta do Anjo

(do meu livro «Meu mundo 'lá fora'») 

 

Algum motivo tiveram, pra te chamarem assim;

tu és a QUINTA DO ANJO e foste um anjo pra mim.

 

Quilómetros te separam de Cabanas, terra minha;

onde brotam os meus versos de manhã e à tardinha.

 

Aqui provei coisas boas: pão, vinho, queijo e amor.

Todas dignas de ir à mesa de um rei e Nosso Senhor.

 

Adoptei-os, fi-los meus: distrito, terras e gentes.

Até pasmo com os moinhos, que estão vivos e contentes.

 

Setúbal, QUINTA DO ANJO, Palmela, Serra do Louro,

fazem parte do meu mundo; adoro-os, são um tesouro.

 

---------------------------

28/07/2001

Laura B. Martins

Soc. Port. Autores nº 20958

publicado por LauraBM às 20:44
link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito
 O que é?

*veja como eu sou

*subscrever feeds

*meter o nariz no blog

 

*Novidades no blog

* Poema - Alentejo e girass...

* Poema - Margem Sul

* Poema - Quinta do Anjo

* Poema - Patriotismo!

* Poema - Remorso!

* Poema - Encontro na marqu...

* Poema - Faca afiada

* Poema - Lar... doce lar!

* Poema - Difícil...

* Poema - Queres sair?

* Poema - Admirável mundo n...

* Poema - Meu universo rest...

* Ginástica? Não, obrigada...

* Poema - Zero horas

* Poema - Dispersos

*Antiguidades óptimas

*Também gostará de:

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*Links especiais dos Blogs da minha autoria

blogs SAPO