Quinta-feira, 10 de Agosto de 2000

Poema - Enredo Tramado!

(Do meu livro " Divagando ") casabanho_conj.jpg

 

Entre os poetas, eu sou considerada,

desencardida e desenxovalhada.

Não quero guardar, pra mim, este segredo.

Vou desvendar como se trama tal enredo.

 

Contar aonde pensamentos em tropel,

me dão ideias pra poemas de cordel!

 

Eu sou poeta de casa de banho!

(Aonde os outros cantam uma canção).

Poesia empírica, limpa, bem lavada;

enquanto passo a esponja com sabão.

 

Daquele frasco ... eu tiro grandes ideias!

(É meu champô, com espuma a fervilhar!)

Eu vejo mais além, que toda a gente?

Arde em meus olhos ... e já não posso olhar!

 

E corre a água... e as lágrimas com ela...

Vão desaguar num turbilhão... d’água amarela...

Naquele ralo, que vejo meio tapado!...

Entope o duche e fica o chão...  Todo molhado!

 

E a minha esponja, beleza esburacada?

Graças ao Gel que um artista inventou,

estou despachada, em 3 minutos; bem lavada! ...

Mais uma hora pra tirar dela o champô!

 

Aperto a esponja, deito água, aperto mais,

sai sempre espuma, minutos passam fatais;

atiro com ela porque já estou atrasada,

no outro dia, vou pegar-lhe ... Está melada!

 

Minha banheira! Amiga e confidente!

De espiritualidade tão latente,

que dantes, eu podia acariciar...

quando passava a mão pra te limpar!

 

Agora, já não tens carinhos meus!

Apareceu um produto:- Benza-o Deus!

E a gente, não precisa de esfregar...

É só esguichar, até dispensa o "enxaguar"!

 

Por isto, meus poemas são singelos;

são temas livres, que eu considero belos.

Tenho a cabeça, muito acima da serra;

mas tenho os pés, bem lavados, na terra!

-------------------------------

11/2000

Laura B. Martins

Soc. Port. Autores n.º 20958

publicado por LauraBM às 00:59
link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito
 O que é?

*veja como eu sou

*subscrever feeds

*meter o nariz no blog

 

*Novidades no blog

* Poema - Alentejo e girass...

* Poema - Margem Sul

* Poema - Quinta do Anjo

* Poema - Patriotismo!

* Poema - Remorso!

* Poema - Encontro na marqu...

* Poema - Faca afiada

* Poema - Lar... doce lar!

* Poema - Difícil...

* Poema - Queres sair?

* Poema - Admirável mundo n...

* Poema - Meu universo rest...

* Ginástica? Não, obrigada...

* Poema - Zero horas

* Poema - Dispersos

*Antiguidades óptimas

*Também gostará de:

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*Links especiais dos Blogs da minha autoria

blogs SAPO