Segunda-feira, 20 de Março de 2000

Poema - Árvore abatida

(Do meu livro «Divagando»)

 

 

Eliminaste um "CHORÃO"...
A minh' árvore preferida!...
Não sabes? Tem um senão;
quanto mais tu cortares nela

e desbastares os seus ramos,
mais ela se fortifica.

Eliminaste um "CHORÃO"...
A minh´árvore preferida!...
Não sabes, porque não viste
que os ramos correm p´lo chão;
tal como corre em tua mão
o sangue que te dá "vida"!

Eliminaste um "chorão"...
A minh' árvore preferida!...
E eliminaste-a, porquê???
Não a soubeste podar
ao teu jeito e ao teu gosto?
Poupavas-me este desgosto...

E agora? Diz-me! Onde está???

 

Quando abateres uma árvore ...
Olha! Ergue as mãos e reza!
Deus não te vai perdoar,
nem mesmo a Mãe Natureza!


---------------------------------

6/2000

Laura B. Martins

Soc. Port. Autores nº 20958

publicado por LauraBM às 22:56
link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito
 O que é?

*veja como eu sou

*subscrever feeds

*meter o nariz no blog

 

*Novidades no blog

* Poema - Alentejo e girass...

* Poema - Margem Sul

* Poema - Quinta do Anjo

* Poema - Patriotismo!

* Poema - Remorso!

* Poema - Encontro na marqu...

* Poema - Faca afiada

* Poema - Lar... doce lar!

* Poema - Difícil...

* Poema - Queres sair?

* Poema - Admirável mundo n...

* Poema - Meu universo rest...

* Ginástica? Não, obrigada...

* Poema - Zero horas

* Poema - Dispersos

*Antiguidades óptimas

*Também gostará de:

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*Links especiais dos Blogs da minha autoria

blogs SAPO