Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010

Poema - Gramo a grama!

(do meu livro «Meu mundo - cá dentro») grama_bancojardim.jpg

 

É grama, sim. É grama, sim senhor!

Gramo aos molhinhos a grama do meu jardim.

É grama, sim. É grama, sim senhor!

Há quem não grame, eu gramo e tem valor pra mim.

 

Ela percorre os carreirinhos, entre a pedra.

Se tudo mais não crescer, ela cresce e medra.

A gente corta, corta e ela cresce mais...

é resistente, aguenta sol e vendavais.

 

É grama, sim. É grama, sim senhor!

Gramo aos molhinhos a grama do meu quintal.

É grama, sim. É grama, sim senhor!

Há quem não grame, eu gramo o seu valor real.

 

Dum lado seca mas, do outro cresceu bem.

Não é preciso comprar, pois sempre se tem.

Cortam-se as guias, despontam-se com paciência...

Replantam-se, e não precisa grande ciência.

 

É grama, sim. É grama, sim senhor!

Gosto de a ter no meu jardim, dou lhe valor.

Gramo aos molhinhos esta grama verde e forte;

ela não cede a geadas, nem vento norte.

-----------------------------

30/08/2002

Laura B. Martins

Soc. Port. Autores nº 20958

publicado por LauraBM às 00:31
link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito
6 comentários:
De Ana Suzuki a 15 de Dezembro de 2007 às 02:56

Laura, porque não encomenda um e-book à minha editora, a Del Nero. Você reúce seus quinze poemas mais queridos e eu mostro à Drica. Aposto
como não lhe custará mais do que 150 reais, que
não sei quanto está valendo hoje em euros. É
muito gostoso e a Del Nero tem um público específico pra isso. Mas, veja bem, é só uma sugestão.


De luiza caetano a 30 de Novembro de 2007 às 11:51
Viva Laura!

Seu blogue me foi passado pela Leninha-Sol. Aqui estou e estou gostando. Seus trabalhos libertam uma enorme transparência e coerência. Hei-de voltar para ler devagar...

SAÚDO-A

com um enorme abraço
e
muitos parabéns
pois foi muito bem seleccionada
para
o PRÉMIO
ESCRITORES DA LIBERDADE


De luiza caetano a 30 de Novembro de 2007 às 11:50
Viva Luara!

Seu blogue me foi passado pela Leninha-Sol. Aqui estou e estou gostando. Seus trabalhos libertam uma enorme transparência e coerência. Hei-de voltar para ler devagar...

SAÚDO-A

com um enorme abraço
e
muitos parabéns
pois foi muito bem seleccionada
para
o PRÉMIO
ESCRITORES DA LIBERDADE


De luiza caetano a 30 de Novembro de 2007 às 11:50
Viva Luara!

Seu blogue me foi passado pela Leninha-Sol. Aqui estou e estou gostando. Seus trabalhos libertam uma enorme transparência e coerência. Hei-de voltar para ler devagar...

SAÚDO-A

com um enorme abraço
e
muitos parabéns
pois foi muito bem seleccionada
para
o PRÉMIO
ESCRITORES DA LIBERDADE


De luiza caetano a 30 de Novembro de 2007 às 11:50
Viva Luara!

Seu blogue me foi passado pela Leninha-Sol. Aqui estou e estou gostando. Seus trabalhos libertam uma enorme transparência e coerência. Hei-de voltar para ler devagar...

SAÚDO-A

com um enorme abraço
e
muitos parabéns
pois foi muito bem seleccionada
para
o PRÉMIO
ESCRITORES DA LIBERDADE


De luiza caetano a 30 de Novembro de 2007 às 11:50
Viva Luara!

Seu blogue me foi passado pela Leninha-Sol. Aqui estou e estou gostando. Seus trabalhos libertam uma enorme transparência e coerência. Hei-de voltar para ler devagar...

SAÚDO-A

com um enorme abraço
e
muitos parabéns
pois foi muito bem seleccionada
para
o PRÉMIO
ESCRITORES DA LIBERDADE


Comentar post

*veja como eu sou

*subscrever feeds

*meter o nariz no blog

 

*Novidades no blog

* Poema - Alentejo e girass...

* Poema - Margem Sul

* Poema - Quinta do Anjo

* Poema - Patriotismo!

* Poema - Remorso!

* Poema - Encontro na marqu...

* Poema - Faca afiada

* Poema - Lar... doce lar!

* Poema - Difícil...

* Poema - Queres sair?

* Poema - Admirável mundo n...

* Poema - Meu universo rest...

* Ginástica? Não, obrigada...

* Poema - Zero horas

* Poema - Dispersos

*Antiguidades óptimas

*Também gostará de:

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*Links especiais dos Blogs da minha autoria

blogs SAPO