Quarta-feira, 10 de Maio de 2006

Poema - Semelhanças!

(do meu livro «Amigos»)

  

Platónico é este amor. Coisa assim, eu nunca vi!

E quem se quer bem devia, ter seu amor junto a si.

Quem diz que amor é carnal, desconhece aquele amor

que grassa entre corações que se dão mútuo valor.

 

Eu vivo entre seres humanos. Tu, lá longe, também vives.

Sofremos no dia a dia; separadas, infelizes.

De tanto nos parecermos, parecemos apaixonadas.

Parece que viveremos, parecendo separadas.

 

Separadas pelo mar, tão distantes, na lonjura...

Escrevemos, telefonamos... e-mails, fotos, à mistura.

Carpimos as nossas mágoas, desfiamos emoções.

Choramos, quando infelizes. Abrimos os corações.

 

Também temos alegrias. É nossa capacidade

de artista, exteriorizar, o que o peito tem vontade.

Nossas artes diferentes, temos 'arte', algo diversa.

Confessamos mutuamente que, 'arte', há na nossa conversa.

 

Falamos tanto de nós, das nossas vidas distantes.

Percebemos ser iguais, parecemos dois amantes.

Nunca seremos felizes; pois a própria felicidade

vem de um sentido comum e da perfeita igualdade.

 

De reacções parecidas e sentimentos perfeitos,

se vivêssemos as duas, não teríamos defeitos.

Vivência do dia a dia acaba quando os casais

percebem que, só na cama, as sensações são iguais.

 

Amizade é outra coisa. Amizade é um sentido

que transforma 'amor de cama' em algo mais reflectido.

Faríamos nossas vidas, viveríamos tão bem ...

longe dos homens, egoísta... Irmãs tão iguais não tem!

 

---------------------------

2/2001

Laura B. Martins 

Soc. Port. Autores nº 20958

publicado por LauraBM às 22:44
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

*veja como eu sou

*subscrever feeds

*meter o nariz no blog

 

*Novidades no blog

* Poema - Alentejo e girass...

* Poema - Margem Sul

* Poema - Quinta do Anjo

* Poema - Patriotismo!

* Poema - Remorso!

* Poema - Encontro na marqu...

* Poema - Faca afiada

* Poema - Lar... doce lar!

* Poema - Difícil...

* Poema - Queres sair?

* Poema - Admirável mundo n...

* Poema - Meu universo rest...

* Ginástica? Não, obrigada...

* Poema - Zero horas

* Poema - Dispersos

*Antiguidades óptimas

*Também gostará de:

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*Links especiais dos Blogs da minha autoria

blogs SAPO