Sábado, 20 de Maio de 2006

Poema - Minha amiga brasileira é pintora

(do meu livro «Amigos»)

 

Eu ‘xingava’ a minha amiga,

(pra falar à brasileiro),

quase seu ‘bumbum’ virava

nas minhas mãos um pandeiro.

 

Agora é que eu entendi

quanto ela trabalhava.

Eu escrevia e ela

metade não se lembrava.

 

Desde que esta secretária

me virou uma lixeira,

esqueço de lhe escrever

por causa da trabalheira.

 

Ó que vida tão malvada!

Quase me afogo em papéis!

Nas tintas tu te afogavas,

mesmo agarrada aos pincéis.

 

---------------------------

9/09/2001

Laura B. Martins

Soc. Port. Autores nº 20958

publicado por LauraBM às 23:10
link do post | E custa, comentar neste blog? | favorito

*veja como eu sou

*subscrever feeds

*meter o nariz no blog

 

*Novidades no blog

* Poema - Alentejo e girass...

* Poema - Margem Sul

* Poema - Quinta do Anjo

* Poema - Patriotismo!

* Poema - Remorso!

* Poema - Encontro na marqu...

* Poema - Faca afiada

* Poema - Lar... doce lar!

* Poema - Difícil...

* Poema - Queres sair?

* Poema - Admirável mundo n...

* Poema - Meu universo rest...

* Ginástica? Não, obrigada...

* Poema - Zero horas

* Poema - Dispersos

*Antiguidades óptimas

*Também gostará de:

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*Links especiais dos Blogs da minha autoria

blogs SAPO